Igreja Adventista do Sétimo Dia de Americanópolis

Guilherme Miller

A Sra. Miller fez o que qualquer mãe faria naquelas circunstâncias: Informou à comissão de diáconos que seu filho Guilherme estava disposto a ler os sermões nos dias em que o pregador se ausentasse. Os diáconos escolhiam o sermão do domingo e Guilherme Miller se comprazia em lê-lo.

As coisas continuaram nesse ritmo por algum tempo – Miller ainda apegado a suas idéias deístas e, embora pouco à vontade, lendo os sermões no domingo. Ele ainda considerava as Escrituras tão-somente escritos de homens.

No dia 15 de setembro de 1816, enquanto Miller lia o sermão em voz alta, de repente se desfez em prantos, tão vencido pela emoção que não pôde prosseguir. Foi obrigado a entregar a leitura a um dos diáconos e tomar seu assento na congregação.

Foi provavelmente nesse ponto que o Espírito Santo pôde alcançar Guilherme Miller…

Quer saber o fim da história? O livro “Retrato dos Pioneiros” (Norma J. Collins, CPB, 2007) torna reais detalhes inspiradores da vida dos primeiros adventistas.

Um pouco da Palavra

“A oração de um justo pode muito em seus efeitos.”
(Tiago 5:16)