Igreja Adventista do Sétimo Dia de Americanópolis

Só sei que Deus é bom

Um chinês vivia na zona rural com sua família, no trabalho duro. Como auxiliar possuía um cavalo, que servia de sela, para puxar carroça, arado, cargueiro, etc. Certo dia o cavalo desapareceu misteriosamente. Os vizinhos se solidarizaram com o chinês dizendo:

– Que azar! Seu cavalo desapareceu!
– Que azar que nada, não sei o dia de amanhã, só sei que Deus é bom.

Após um lapso grande de tempo o cavalo reapareceu, acompanhado de uma legião de outros puro-sangue indomados de grande valor. Vieram os vizinhos dizendo:

– Que sorte a sua! Seu eqüino voltou acompanhado de muitos, você está rico!
– Que sorte que nada, não sei o dia de amanhã, só sei que Deus é bom.

Iniciou-se a doma dos animais: o filho adolescente do chinês decidiu montar um puro sangue indomado, e, esse corcoveou ferozmente atirando o rapaz ao chão, onde sofreu várias fraturas. Vieram os moradores próximos lamentar:

– Que azar, seu filho jovem, agora engessado!
– Que azar que nada, não sei o dia de amanhã, só sei que Deus é bom.

Veio a convocação para a guerra; o moço, que estava sob gesso foi dispensado; novamente os vizinhos:

– Que bom seu filho estar imobilizado, assim ele foi poupado!
– Não sei se é bom ou mau, não sei o dia de amanhã, só sei que Deus é bom.

Os jovens que foram para a guerra, venceram-na e trouxeram os despojos de altíssimo valor. Vieram lamentar os vizinhos:

– Que má sorte a sua de seu filho não ter guerreado, nossos filhos e nós estamos ricos.
– Sei lá, eu ignoro o dia de amanhã, só sei que Deus é bom.

Iniciaram-se as disputas pelos bens despojados da guerra e com estas, as brigas e assassinatos. Apavorados, vieram os pais dizendo:

– Sorte sua que seu filho não foi à batalha, e para sua sorte vocês estão em paz!
– Sorte? Eu não sei o dia de amanhã, só sei que Deus é bom!

Você tem fé? Sua fé está nEle ou nas coisas ou vantagens que Ele pode dar? Você está interessado nEle ou nas coisas dEle? (Heb 12:1 e 2)

por Pr. Dermival Reis

Um pouco da Palavra

“Porquanto o Senhor teu Deus é Deus misericordioso, e não te desamparará, nem te destruirá, nem se esquecerá da aliança que jurou a teus pais.”
(Deuteronômio 4:31)